fbpx

PLUGIN

Conexão para Engenheiros, Arquitetos e Estudantes

Centaurus Metals assina acordo para vender seu projeto de minério de ferro no sudeste do Brasil

A firma de exploração australiana Centaurus Metals assinou um acordo para vender seu projeto de minério de ferro Conquista no sudeste do Brasil para a R3M Mineração.

A transação proposta faz parte dos esforços contínuos da empresa para obter valor do seu portfólio brasileiro de minério de ferro e está alinhada com seu foco na exploração de metais básicos na Província Mineral de Carajás, no norte do Brasil.

De acordo com os termos do acordo, a Centaurus receberá US $ 500.000 da R3M no próximo mês, seguidos por pagamentos adicionais, incluindo um pagamento inicial de US $ 1,5 milhão no início da produção como um adiantamento dos royalties de produção.

A Centaurus também tem direito a 12% de royalties de produção sobre toda a produção futura do projeto Conquista e dos prédios de exploração circunvizinhos.

O diretor da Centaurus Metals, Darren Gordon, disse: “Supondo que a Conquista alcance níveis de produção semelhantes aos observados no vizinho Projeto Candonga e com base na atual Meta de Exploração do Projeto Conquista, a realeza tem o potencial de agregar valor significativo para nós mesmo com conservadores pressupostos sobre os preços médios de venda de minas nos próximos cinco e seis anos.

“A realeza tem o potencial de fornecer um valor significativo para nós, mesmo com premissas conservadoras”.
“Continuaremos a impulsionar o processo de extração de valor da nossa base de ativos de minério de ferro – o próximo passo envolveria uma transação relacionada ao nosso projeto de minério de ferro de Jambreiro pronto para o desenvolvimento, que acreditamos poder gerar fluxos de caixa muito significativos no atual ambiente de mercado de minério de ferro, onde existem prêmios significativos para minério de alta qualidade e baixa impureza. ”

Com base no trabalho de exploração histórica realizado no projeto, a Centaurus estabeleceu uma meta de exploração de 3,5 a 8Mt de classificação DSO de alto grau 64-67% Fe, com 20 a 40Mt de mineralização de itabirito com 35-45% de Fe.

A empresa continuará detendo 100% do projeto de minério de ferro de Jambreiro, que é totalmente licenciado para 3Mtpa de produção.

Considerando a recuperação dos preços do minério de ferro, a empresa está explorando opções para formar uma potencial joint venture sobre o projeto Jambreiro.

Fonte: O Petróleo