fbpx

PLUGIN

Conexão para Engenheiros, Arquitetos e Estudantes

Pesquisadores desenvolvem “madeira metálica”: forte como titânio, mas 5 vezes mais leve

Conforme exposto em um relatório científico da revista digital Nature, um grupo de pesquisadores da Universidade da Pensilvânia, da Universidade de Illinois em Urbana-Champaign e da Universidade de Cambridge, desenvolveu recentemente um material celular baseado em níquel; tão forte quanto o titânio, mas até cinco vezes mais leve.

Composto por poros em nanoescala, sua aparência e natureza celular é similar à da madeira e consiste em quase 70% de espaços vazios. Isso confere a ele uma densidade tão baixa em relação à sua resistência que pode até flutuar na água.

A estrutura porosa da “madeira metálica’. Image © University of Pennsylvania

A disposição dos átomos nos metais determinam sua força, e quanto mais alinhados eles estão entre si, mais fortes eles são. “As propriedades mecânicas do material podem ser controladas variando a geometria em uma escala nanométrica, (proporcionando) a alta resistência mecânica e estabilidade química do metal, e uma densidade próxima à dos materiais naturais, como a madeira”, disse o relatório.

Atualmente, a pesquisa é mantida em uma escala muito pequena, mas sua evolução é esperada a fim de identificar e testar as propriedades do material em tamanhos relevantes para sua aplicação em projetos reais de arquitetura e construção.

O estudo foi conduzido por James Pikul, professor assistente no Departamento de Engenharia Mecânica e Mecânica Aplicada da Penn Engineering, em conjunto com Bill King e Paul Braun da Universidade de Illinois em Urbana-Champaign, e Vikram Deshpande da Universidade de Cambridge.

Revise o relatório completo aqui: https://www.nature.com/articles/s41598-018-36901-3?utm_medium=website&utm_source=archdaily.com.br

Fonte: Archdaily