fbpx

PLUGIN

Conexão para Engenheiros, Arquitetos e Estudantes

Roberto Burle Marx é tema de grande exposição no Jardim Botânico de Nova Iorque

O Jardim Botânico de Nova Iorque (New York Botanical Garden – NYBG) inaugurou no último dia 8 de junho uma grande exposição sobre a obra do paisagista, pesquisador e artista brasileiro Roberto Burle Marx. Aberta ao público até o dia 29 de setembro, a mostra é a primeira a combinar exuberantes jardins em tributo aos projetos do paisagista com uma galeria dedicada às suas pinturas, desenhos e tapeçarias, revelando as conexões entre sua prática artística e seu comprometimento com a conservação da natureza.

A exposição ocupa diferentes partes do NYBG, incluindo o Modernist Garden – projetado por Raymond Jungles, arquiteto paisagista de Miami e pupilo de Burle Marx – cujo desenho de piso é inspirado no calçadão de Copacabana, o Explorer’s Garden, onde foram alocadas plantas típicas da floresta tropical, o Water Garden, que recebeu palmeiras, bromélias e uma parede de samambaias, além de uma galeria que recebe a seção Art of the Sitio, apresentando aos visitantes o Sítio Roberto Burle Marx, propriedade no Rio de Janeiro adquirida pelo paisagista em 1949 onde cultivava diferentes espécies vegetais e recebia amigos, entre os quais Lúcio Costa, Rino Levi e Oscar Niemeyer.

“Roberto Burle Marx (1909–94) foi uma força da natureza no Brasil – através de suas ousadas paisagens, arte vibrante e compromisso apaixonado pela conservação da vegetação.” A exposição no NYBG explora a tríade arquitetura-paisagismo-pintura, campos que no trabalho de Burle Marx caminharam sempre juntos, borrando seus limites e se sobrepondo de modo a criar uma obra consistente e bastante abrangente.

Aqueles que não tiverem a oportunidade de visitar o Jardim Botânico de Nova Iorque e prestigiar uma das maiores exposições sobre Roberto Burle Marx já realizadas fora do Brasil, podem desfrutar de uma experiência virtual com o guia online disponibilizado pelo NYBG.

Fonte: Archdaily