fbpx

PLUGIN

Conexão para Engenheiros, Arquitetos e Estudantes

Mercado  de energia  solar no Brasil tem grande crescimento

Apenas no primeiro semestre de 2021, a importação de módulos fotovoltaicos  ultrapassou o total de 2020.Isto foi  demonstrado no relatório da Greener exposto no dia 10 de agosto de 2021.O número de módulos fotovoltaicos importados para o Brasil, no primeiro semestre de 2021, chegou a 4,88 GW, o que supera o total de todo o ano de 2020. que foi de 4,76 GW.

Os inversores tiveram um aumento na importação de 83% no primeiro semestre de 2021 em relação ao mesmo período do ano de 2020. Com uma potência total de 4,55 GW em volume importado, os inversores acima de 50 kW, de maior porte, ocupam 49% da entrada de equipamentos.

A Greener também apontou que, apesar dos custos em equipamentos, o preço final dos sistemas fotovoltaicos permanece estável para o consumidor final. Os sistemas comerciais de porte maior representam preços mais altos e podem aumentar mais com potências mais altas.

Em junho de 2021, os preços médios para os geradores fotovoltaicos comercial, industrial e residencial foram de R$ 3,89/Wp, R$ 3,64/Wp e R$ 4,88/Wp, respectivamente.

O Brasil em  2021 ultrapassou a marca de 10 GW ( Gigawatts) de potência instalada em energia solar atingindo a décima quarta posição entre os países com maior capacidade desta fonte.O volume representa mais de 70% da capacidade instalada da hidrelétrica de Itaipu, a segunda maior do mundo.

Segundo a Absolar ( Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica) a marca alcançada é resultado de investimentos superiores a R$ 52,7 bilhões desde 2012 e a expectativa do mercado é que os aportes continuem em alta nos próximos anos.

O  crescimento do mercado de energia solar é impulsionado pela conscientização da importância da diminuição da poluição ambiental, incentivos governamentais e reduções fiscais para a instalação de sistemas fotovoltaicos. Além disso, o assunto crise hídrica associada à tecnologia dos sistemas de energia solar alimentou sua demanda nos setores de geração de energia. Com tudo isso, o mercado de energia solar está entrando no que pode ser sua década mais próspera de todos os tempos.

Portanto deverá haver um aumento da demanda por profissionais da engenharia e de outras formações para atuarem no mercado de energia solar, que é um mercado em plena expansão no Brasil.

Em toda atividade profissional é necessário ter algum tipo de capacitação previamente, o que varia é o nível de conhecimento e prática. Em se tratando da tecnologia fotovoltaica, é muito importante ter conhecimento teórico e prático a respeito do assunto.

Um projeto de energia solar é dividido em várias etapas que começam com a venda do produto, o planejamento do tipo de instalação, passando pelo cálculo dos equipamentos necessários, a instalação de toda a estrutura e o acompanhamento da eficiência do projeto. A cada fase, diferentes profissionais de engenharia e de outras formações são envolvidos, e todos devem estar preparados para lidar com a energia solar dentro de sua área de atuação.

Por isso, é preciso que esses profissionais passem por um curso de sistemas de energia fotovoltaica  para entender os principais aspectos. Dessa maneira, é possível aprender sobre a atuação da energia solar no Brasil e no mundo e a sua contribuição para o cenário econômico.

Também dessa forma, quem deseja empreender nessa área descobre que existem diferentes tipos de instalações, como sistemas que podem ser conectados ou não à rede concessionária (On Grid ou Off Grid). E ter esses esclarecimentos contribui para o desenvolvimento do negócio porque cada cliente terá uma necessidade diferente, sendo necessário se adequar a isso. Um projeto feito para uma empresa, por exemplo, se difere bastante de um para uma residência. 

Autor:  Prof. Eng. Oscar  Felizzola  SouzaEngenheiro Eletricista-eletrotécnica pela Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS. Engenheiro de Segurança do Trabalho pela Universidade Cândido Mendes-UCAM. Mestre em Sistemas de Gestão pelo Laboratório de Tecnologia de Gestão-LATEC da Universidade Federal Fluminense-UFF. MBA em Investimentos e Private Banking pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais – IBMEC. MBA em Gestão de Projetos e Implantação de Empreendimentos da Engenharia pela Fundação Instituto de Administração-FIA da Universidade de São Paulo-USP. Fundador e Coordenador Acadêmico do Curso de Pós Graduação EAD em Engenharia de Projetos Industriais do Instituto de Pesquisa, Educação e Tecnologia (IPETEC) da Universidade Católica de Petrópolis (UCP). Professor do Curso Sistemas de Energia Fotovoltaicos – Projeto e Dimensionamento – Grupo HCT.

#AtualizeSE no #GrupoHCT
Temos o curso certo para você, reconhecido pelo MEC e com os melhores professores do mercado.

▶️Sistemas de Energia Fotovoltaicos – Projeto e Dimensionamento:
https://webstore.grupohct.com.br/weng-1080

Atualize-se agora: https://webstore.grupohct.com.br/

Demonstrativo: https://bit.ly/3gBDGeE